"Espaço para a Manifestação Artístico-Cultural e Convivência dos Interessados em Compartilhar Experiências, Opiniões e Trabalhos Afins"

quarta-feira, junho 03, 2009

APAIXONADO

(Àqueles que foram encontrados pelo AMOR!!!)
Finalmente fui descoberto.
Como num arpão, fisgado,
Dum longo sono desperto,
Num laço, capturado.

Ah! estou em levitação!
Faço uma transmutação.

Eu estou louco, embevecido.
Um deslumbrado aprendiz,
Encantado, enternecido,
Apavorado e feliz.

Tudo me parece belo.
Um sorriso de criança,
Como um camafeu singelo,
Ou uma vigorosa dança!

Festejando a luz da vida.
Em minh’alma enlanguescida.

Tudo é cântico, é poesia!
Como um solo de clarim,
E encanto, é melodia.
Cantando dentro de mim!
Estou rodeado de anjos.
De luzes e mil prazeres,
Menestréis tocando banjos,
E outros milhões de seres,

O paraíso em meu coração,
Deixa, com toda razão,
O bom senso escandalizado.

Ao ver tamanha emoção,
Só tem uma explicação...
Eu estou...Apaixonado!!!
Max Costa
Créditos ballet: http://www.mycreativemind.blogspot.com/
Casal sensual: http://euetudoqueamo.blogspot.com/2008/12/famlia-langley-lucy-monroe.html

5 comentários:

Francisco Castro disse...

Olá, amigo Max Costa!

Lindo poema que retrata o sentimento de um poeta sensível á vida, à paz, ao amor, à verdade e às coisas boas que o viver proporciona.

Abraços

Francisco Castro

CavaleiroVirtual disse...

Salve, dileto Confrade!
Que agradabilíssima surpresa encontrá-lo aqui, na távola da Confraria!
Sim, você tem toda razão, os sensíveis direcionam o coração para esses valores por você mencionados; e quando uma percepção clarividente como a vossa, nos corrobora com palavras tão carinhosas, temos aí, toda a nossa recompensa caríssimo amigo, pois, o artista, vive de aplausos!
Muito obrigado por honrar-nos com sua opinião tão valorosa!
Grande abraço!
Deste Confrade: Max Costa

NHAMUNDÁ ON LINE disse...

Saudações!
Amigo Max Costa,
Com sinceridade, sua poesia ligou o universo do amor ao Ser, brotando a sublime sensibilidade unindo polos de almas em chamas viventes e cânticos de ternuras homenageando a vida!
Parabéns!
LISON.

CavaleiroVirtual disse...

Salve, dileto Confrade!
Em verdade lhe digo: Sublimes são suas fraternas palavras e a sinceridade nelas contida! Minh'alma fica exaltada e plena por você colocar em tão alta monta, o singelo trabalho deste sofrível fazedor de versos!
Envio-lhe meu abraço mais fraterno!
Este sempre seu Confrade: Max Costa

Anônimo disse...

Salve, confrade e Amigo Max, dos tempos de "Urbi et Orbi" e de "Post Morten".
Perdi aquele endereço eletrônico.
Me escreva!
lisboademoraes@gmail.com

Postar um comentário

Template - Dicas para Blogs